Gerês | De férias com os meus amigos

   Sim, eu voltei ao Gerês, para passar umas férias com os meus amigos, quase um mês depois de ter ido com os meus pais. A diferença desta vez, é que não fui à procura da tranquilidade ou pacificidade que o Gerês tem para oferecer. Fui à descoberta de novos lugares, de novos momentos em conjunto e de umas férias para mais tarde recordar com um grande sorriso.

1º Dia – Campo do Gerês

   No sábado, como chegamos muito em cima da hora do almoço e já havíamos perdido meio dia, não nos aventuramos a ir para longe do Campo do Gerês. Acabamos por decidir ir dar um mergulho até a uma pequena praia fluvial que ficava mesmo pertinho de casa. Este foi o dia mais “pequeno” das férias, pois só deu para aproveitarmos a tarde e um bocado da noite, onde decidimos passear a pé, enquanto alguns dos rapazes assistiram ao jogo de futebol no café.

2º Dia – Dia de Piscina e Sunset

    Segundo dia, é domingo e acordamos todos muito tarde, apesar de haver imensos despertadores programados. Os rapazes querem assistir ao jogo ao final da tarde e nós meninas queremos ir a uma Sunset em Braga. Limitados pelos horários, acabamos por ficar, mais uma vez perto de casa, mas desta vez na piscina. Este foi um domingo de muitos mergulhos e banhos de sol, sempre com uma vista fantástica para os montes que preenchem a paisagem com uma diversa variedade de tons de verde.
     Ao final da tarde, abandonamos a piscina e enquanto os rapazes foram até ao café, nós as meninas e o nosso “motorista” fomos até ao Bom Jesus, em Braga para nos divertirmos na Sunset. Foi um fim de tarde incrível, com uma vista magnifica do pôr-do-sol e da cidade.

 

 

 

 

 

 

3º Dia – Cascata da Portela do Homem

      Pela primeira e, praticamente, única vez, acordamos a horas de irmos explorar as maravilhas que o Gerês tem para oferecer. O destino escolhido foi a Portela do Homem, uma cascata perto da fronteira de Portugal com Espanha.

 

 

 

4º Dia – Cascatas do Tahiti

     Este foi capaz de ser o melhor e o pior dia para mim. Já tinha visto muitas fotos no Instagram destas cascatas e tinha curiosidade em visitar o lugar, mas apesar de ser muito lindo, eu não sei, seriamente, se volto lá outra vez. Talvez se eu fosse mais aventureira, não tropeçasse tanto nos meus próprios pés e gostasse de alturas eu pensasse em regressar lá mais vezes, mas como eu sou um desastre ambulante com vertigens, talvez volte só daqui a uns anos, muitos, muitos anos.
    As cascatas do Tahiti são um lugar incrível, saído de um filme. As águas claras, as quedas de água e o cenário envolvente são mágicos. As fotografias só por si não conseguem retratar fielmente aquilo que uma pessoa realmente vê. Apesar de os acessos a pé serem horríveis, a recompensa final faz com que valha a pena a experiência e tal como eu já disse foi o pior e o melhor dia das férias.

 

 

5º Dia – Regresso a casa

      O último dia foi marcado por limpezas, arrumar as malas e regressar a casa. Despedi-me do Gerês, quem sabe com um “até já”, mas cheia de boas recordações e de bons momentos passados na companhia dos meus amigos. Foram cinco dias muito bem passados e memoráveis.

Se ainda não visitaste o Gerês, aconselho-te vivamente a fazê-lo, pois é um lugar apaixonante!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s